Ο ΛΟΓΟΣ ΓΑΡ Ο ΤΟΥ ΣΤΑΥΡΟΥ ΜΩΡΙΑ ΕΣΤΙΝ

Homilia – Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo

24/05/2010 11:39

Brasília, 15 de Maio de 2010.

 

 

Irmãos estimados da Minha Alma,

Filhos e Filhas de Meu Coração,

 

          Não conseguiria iniciar esta homilia sem uma invocação  mais convicta no meu espírito, ao Nosso Senhor, a razão absoluta e o sentido único de estarmos aqui e agora. Por isso, invoquemos o Senhor:

          Vós que sobre a Santa montanha, Vos revelastes como Filho muito amado do Pai, envolto na luz do Espírito Santo... Kyrie Eleiçon

          Vós sois o Transfigurado do Tabor e o Desfigurado sem beleza do Calvário... Kyrie Eleiçon

          Vós que sois o Esplendor Glorioso que nos fascina e atrai para  vos seguir pela via do Evangelho... Kyrie Eleiçon

          Vós que sois o Verbo Encarnado, inteiro junto de Deus, no céu e sobre a terra... Kyrie Eleiçon

         Vós que sois Maravilha no seio da Virgem, nos braços da Mãe, dando a mão ao Pecador... Kyrie Eleiçon

          Vós que sois Realidade em Milagre e Graça, na companhia dos discípulos, na amizade, no amor aos pobres em espírito... Kyrie Eleiçon

          Vós que sois a Adoração na ressurreição, na certeza doada aos Homens, na Glória da Vossa Ascensão... Kyrie Eleiçon

          Vós que sois Vivo na Eucaristia, Alimento para a nossa alma, concede que sejamos sempre atraídos por Vossa Sabedoria Divina, em direção ao Pai, no Espírito Santo, juntamente com todos os cristãos do mundo inteiro, que têm fome e sede da Divina Eternidade... Kyrie Eleiçon

          Meus amados, para compreender e crer na ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo, exige de cada um de nós, uma singular vocação ao Amor, não nos deixando enganar pelas soluções do Mundo. Por isso, creio que, somente aos pequeninos, o Pai revela os seus mistérios, entrando no coração deles que, segundo uma bonita expressão de Santa Clara de Assis, é  «morada e permanência» da Majestade Divina.

          Afinal, “Se o Espírito d'Aquele que ressuscitou Jesus de entre os mortos habita em vós, Ele, que ressuscitou Cristo Jesus de entre os mortos, também dará vida aos vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que habita em vós” (Rm 8, 11)

          Neste evento espiritual extraordinário, o Congresso Eucarístico, o mais importante, é que consigamos viver de carne e alma, o Espírito do Senhor Deus que está sobre nós, porque o Senhor nos ungiu.

          Viver de Corpo e Alma, as nossas tênues diferenças entre as Igrejas do Oriente e Ocidente, de corpo e alma  as distintas comunidades cristãs, com seus ritos e ritmos de oração e de exercícios da caridade fraterna; naquela importantíssima solidão impregnada pela real e doce presença do Senhor, naquele silêncio que dispõem nossas almas à escuta das Suas Soluções. Onde possamos todos nos fortalecer para este conhecimento Amoroso do Verbo do Pai.

          De coração e mente, desejo que a nossa vida seja penetrada por uma constante tensão para Deus, que transforme a cada minuto nossa existência em total holocausto de amor e perdão, em união com Cristo, para a salvação das almas: “Como é que alguns de entre vós dizem que não há ressurreição dos mortos? Se não há ressurreição dos mortos, também Cristo não ressuscitou. Mas se Cristo não ressuscitou, é vã a nossa pregação, e vã é também a vossa fé. Mas não! Cristo ressuscitou dos mortos, como primícias dos que morreram” (1 Cor 15, 12-14, 20).

          Amados meus, como é bom ter a certeza que Cristo ressuscitou com o seu próprio corpo: “Vede as minhas mãos e os meus pés: sou Eu mesmo” (Lc 24, 39); mas não regressou a uma vida terrena. Ressuscitou com Seu próprio corpo, com o corpo que tinha, porém transformado em Corpo Glorioso, em Corpo Espiritual, em Corpo em Abundância de sentidos e percepções.

          Creio que Deus, no seu supremo poder, restituirá definitivamente a vida incorruptível aos nossos corpos, unindo-os às nossas almas pela virtude da ressurreição de Jesus. Porém, quem dentre nós não se perguntou: como devo me comportar para ser alguém digno de tal Graça? Como ascender aos Céus, de corpo e alma?

          Lembremo-nos de São Paulo : “O que tu semeias não volta à vida sem morrer. E o que semeias não é o corpo que há-de vir, é um simples grão. O que é semeado sujeito à corrupção ressuscita incorruptível; os mortos ressuscitarão incorruptíveis [...]. É, de fato, necessário que este ser corruptível se revista de incorruptibilidade, que este ser mortal se revista de imortalidade” (Cor 15, 35-37. 42. 52-53).

          Lembremo-nos do bem Amado Discípulo João: “Os que tiverem praticado o Bem, para uma ressurreição de vida e os que tiverem praticado o mal, para uma ressurreição de condenação” (Jo 5, 29)

          Por isso, somente na autêntica Fé e na Esperança, conseguiremos compreender a acessibilidade de ascendermos aos Céus de corpo e alma. Ascendendo o Cristo, como nos dizem a Fé e a Esperança, então não é somente o morto do último lance de vida que se erguerá, é toda a vida, são todos os malogros e todos os sofrimentos desta longa vida que ganharão sentido e forma gloriosa, porque foi principalmente por esse crivo que imitamos o Cristo que se carrega a si mesmo e nos carrega todos para a terra dos ressuscitados.

          E quando galgarmos à margem oposta, antes de vermos descortinada toda a paisagem desse Mundo, podemos lançar um último olhar para trás: e então será a tênue luz dos homens e mulheres que somos hoje, que nos desvendará os desconcertos do mundo e que nos dirá o sentido que teve e que ainda tem na eternidade cada áspero momento que agora nos parece absurdo e incompreensível. Veremos a dor de nossa vida como um rastro de luz. E à medida que clarear a primeira aurora do Paraíso entenderemos melhor a esperança dos santos que diz: onde abundou o pecado superabunda a graça; e onde estremeceu a Fé resplandece a Luz da Glória.

 

Amém, Aleluia!

 

Dom Farès Maakaroun,

Arcebispo da Igreja Católica Apostólica Greco-Melquita no Brasil. 

Contato vocacional

Rev. Arquimandrita Theodoro

misereor72@hotmail.com

Av. Santo Antônio, 150 CA - Barra Funda - CEP 18.114-345
Caixa Postal 5 (CEP 18.110-972) - Votorantim/São Paulo (Brasil)

+55 (15) 32435837

Pesquisar no site

"Adoramos Vossa cruz, Senhor, e glorificamos vossa Santa Ressurreição" © 2008 Todos os direitos reservados.

Loja online grátis Webnode